quinta-feira, novembro 30, 2006

Fandango! (ZZ Top)

Fandango! (ZZ Top)
Por Fábio Cavalcanti

O ZZ Top certamente está entre as bandas mais injustiçadas do rock 'n' roll clássico dos anos 70. É fato que banda encontrou sucesso nos glamourosos anos 80, fase em que seu som passou a soar muito artificial, um tanto eletrônico e pouco variado. Mas suas verdadeiras pérolas musicais são frutos dos distantes anos 70, a fase "boogie rock com um pé no blues".

Dois álbuns dessa fase chegaram a se tornar clássicos: Tres Hombres e Fandango. Eles trouxeram respectivamente os sucessos "La Grange" e "Tush", que até hoje tem presença garantida nas rádios de rock clássico e vários filmes (como "Armageddon", "O Sargento Trapalhão", entre outros).

Nesta resenha, o álbum em questão é o Fandango (1973), que traz uma surpresa bem interessante no que se trata de álbuns de inéditas: um trecho ao vivo, e outro de estúdio.

No "lado ao vivo", a banda dá uma acelerada no seu habitual estilo, tocando "Thunderbird", "Jailhouse Rock" e "Backdoor Medley" (esta última com 9 minutos de ótimos improvisos). São 3 pérolas do rock 'n' roll, mostrando toda a energia destes 3 texanos em cima de um palco.

No "lado de estúdio", temos o ZZ Top de volta ao seu boogie de batidas mais paradas, mas não menos vibrantes. Isso está presente nas faixas "Nasty Dogs And Funky Kings" e "Balinese", rocks com batidas suingadas e a velha pitada de blues.

E falando em blues, destaque para a balada "Blue Jean Blues", que traz o momento mais lento e melancólico do álbum. A outra faixa mais suave do disco é a simpática e alegrezinha "Mexican Blackbird", música com toques bem "southern", que faz você se sentir em um bar na beira de uma estrada em uma tarde vazia.

No final do álbum, a banda abusa novamente do pique rock 'n' roll das primeiras faixas, mistura com o blues, e o resultado é a dobradinha que traz a ótima "Heard It On The X" e o clássico-mor "Tush". Uma conclusão perfeita para um dos álbuns mais energéticos e brilhantes de toda a carreira da banda.

Nota: 9

OBS.: A quem interessar, os álbuns Tres Hombres e Fandango acabaram de ser lançados em versões remasterizadas e com faixas bônus ao vivo. Não perca tempo e adquira já os dois!

Nenhum comentário: