sexta-feira, dezembro 30, 2011

TOP 2011

Bem-vindos ao Top 2011 do Rock em Análise! Em primeiro lugar, digo que este foi um ano de ótimos álbuns e músicas! Sim, apesar de ter escutado menos do que de costume, devo dizer que muitos trabalhos me impressionaram ao longo deste ano - o que resultou, inclusive, na volta das "menções honrosas", logo após o tradicional Top 10.

Para quem ainda está perdido, o "esquema" aqui é bem simples: temos a lista dos melhores álbuns e melhores músicas do ano, além de algumas menções honrosas, e também a citação da pior música e pior álbum do ano.

Como sempre, os comentários sobre cada álbum falam mais alto do que esta simples descrição, então vamos lá!

Top 10 - Álbuns:

1. Wasting Light (Foo Fighters)
Após uma fase "baladeira" que estava começando a dar sono, o Foo Fighters volta a "chutar bundas" - com força - em "Wasting Light". Conciso, inspirado e bem produzido, este é um álbum que nos traz apenas um pensamento: It's only rock 'n' roll, but we all LOVE it! E ouça alto!

2. All You Need Is Now (Duran Duran)
O Duran Duran é um exemplar raro daquilo que existe de mais fino no pop/rock. Em "All You Need Is Now", a banda retorna às suas raízes "new wave", mostrando que seu velho estilo nunca soará datado enquanto seus integrantes conseguirem gravar um álbum em que todas (isso, todas!) as músicas sejam singles em potencial.

3. Suck It and See (Arctic Monkeys)
Os garotos do Arctic Monkeys estão crescendo, mas nada os impede de intensificar aquela veia "indie fofinha" que resultava em músicas tão "saborosas" em seus dois primeiros álbuns. Impossível chegar ao fim de "Suck It and See" sem um belo sorriso no rosto. :)

4. Quid Pro Quo (Status Quo)
Quem disse que uma banda não pode impressionar em seu 29º (!!!) álbum de estúdio, sem mudar absolutamente nada em seu estilo? O Status Quo conseguiu tal feito - e com louvor - em "Quid Pro Quo", uma pérola que poderia figurar facilmente entre seus melhores trabalhos!

5. Noel Gallagher's High Flying Birds (Noel Gallagher)
Tá certo que Noel Gallagher era bem mais interessante "ao lado" do seu irmão no Oasis, mas sua genialidade como compositor ainda se mostra bem evidente no High Flying Birds. Ótimas músicas, aliadas a uma produção bastante refinada, fazem deste um trabalho que funciona muito bem em uma carreira solo.

6. Forevermore (Whitesnake)
Se vocês pensaram que o trabalho anterior do Whitesnake foi o seu "canto do cisne", saibam que se enganaram completamente! Em "Forevermore", David Coverdale e cia. se superaram com inspiradas canções daquele bom e velho hard rock, provando que ainda possuem lenha para queimar... se quiserem, claro!

7. Mylo Xyloto (Coldplay)
"Mylo Xyloto" é o álbum mais fraco do Coldplay. E que diabos este disco faz neste top 10? Nada além de mostrar que uma ótima banda não perde seu "mojo" tão facilmente... E, apesar do seu estilo ter mudado drasticamente, suas lindas melodias "arrepiantes" continuam lá, firmes e fortes!

8. Música Crocante (Autoramas)
O Autoramas sempre foi uma banda bastante divertida, apesar de certas irregularidades, tanto em termos de produção dos seus álbuns quanto na qualidade de algumas músicas. Em "Música Crocante", o trio finalmente acertou em cheio, em todos os sentidos! Como o próprio título indica, temos aqui uma seleção de canções realmente "deliciosas"!

9. Kairos (Sepultura)
Quem disse que o Sepultura já se encontrava em sua própria... hum, sepultura? Piadinhas à parte, o grupo continua "afiado" quando o assunto é thrash metal de qualidade. "Kairos" é um álbum que soa bastante atual, e ainda traz muito daquela essência crua que marcou seus melhores discos - incluindo ótimos solinhos do Andreas Kisser. Bang your head!

10. Evanescence (Evanescence)
Outra banda um tanto irregular, o Evanescence ainda não havia lançado nada de realmente arrepiante... até agora! Em "Evanescence", Amy Lee e sua trupe revelam um lado mais "solto" e menos "dramático", o que resulta em um álbum que mistura muito bem o peso com a sensibilidade, na medida certa. Escute sem preconceitos!

Menções honrosas (não necessariamente nessa ordem):

Quarteto de Cinco (Quarteto de Cinco)
I'm with You (Red Hot Chili Peppers)
2 (Black Country Communion)
What If... (Mr. Big)
Chickenfoot III (Chickenfoot)

Top 10 - Músicas:

1. Dear Rosemary (Foo Fighters)
2. Every Teardrop Is a Waterfall (Coldplay)
3. Under Cover Of Darkness (The Strokes)
4. Girl Panic! (Duran Duran)
5. She's Thunderstorms (Arctic Monkeys)
6. Dust To Gold (Status Quo)
7. Everybody's on the Run (Noel Gallagher)
8. What You Want (Evanescence)
9. Forevermore (Whitesnake)
10. Kindness (Ryan Adams)


Prêmios Framboesa (piores do ano):
Pior álbum: Reverse Tripped (Vains of Jenna)
Pior música: Smoke On The Water (Vains of Jenna)





Álbuns escutados:

What If... (Mr. Big)
Who's Got Mine? (Rhino Bucket)
The King Is Dead (The Decemberists)
Different Gear, Still Speeding (Beady Eye)
Carnavelhas 2 (Velhas Virgens)
Collapse into Now (R.E.M.)
The King of Limbs (Radiohead)
Forevermore (Whitesnake)
Dancing Backward in High Heels (New York Dolls)
All You Need Is Now (Duran Duran)
Odiosa Natureza Humana (Matanza)
Angles (The Strokes)
Reverse Tripped (Vains of Jenna)
What Did You Expect From The Vaccines? (The Vaccines)
Wasting Light (Foo Fighters)
Big Dogz (Nazareth)
Charm School (Roxette)
Suck It and See (Arctic Monkeys)
Rockaholic (Warrant)
Call to Arms (Saxon)
Quid Pro Quo (Status Quo)
Future Primitive (The Vines)
Kairos (Sepultura)
Fly From Here (Yes)
2 (Black Country Communion)
Green Naugahyde (Primus)
Black and White America (Lenny Kravitz)
I'm with You (Red Hot Chili Peppers)
Animal (Dr. Sin)
Welcome 2 My Nightmare (Alice Cooper)
Carcaça (Carro Bomba)
Rocked & Ripped (BulletBoys)
Tropical Splash (Copacabana Club)
Evanescence (Evanescence)
Post Mortem (Black Tide)
Chickenfoot III (Chickenfoot)
Revival (The Answer)
Velociraptor! (Kasabian)
The Hunter (Mastodon)
A Dramatic Turn of Events (Dream Theater)
Kicking & Screaming (Sebastian Bach)
The Sea of Memories (Bush)
Ashes and Fire (Ryan Adams)
Noel Gallagher's High Flying Birds (Noel Gallagher)
2120 South Michigan Ave. (George Thorogood)
Mylo Xyloto (Coldplay)
Lulu (Lou Reed & Metallica)
Thirteen (Megadeth)
Veroz (Maglore)
O Inevitável (Tomada)
Here and Now (Nickelback)
Eclipse (Journey)
The Taking (Loaded)
Música Crocante (Autoramas)
Baixo Augusta (Cachorro Grande)
Quarteto de Cinco (Quarteto de Cinco)

Um comentário:

Fernanda Habibe disse...

Putz, queria eu ouvir tantos lançamentos assim hehe. Muito boa a lista, bjão.