segunda-feira, julho 11, 2011

[Álbum] Suck It And See (Arctic Monkeys)

Suck It And See (Arctic Monkeys)

É engraçado como o já defasado 'indie rock' pode trazer gratas surpresas em determinados momentos. Quem acompanha a carreira dos Arctic Monkeys sabe que este adorável quarteto britânico possui uma genuína capacidade de entregar boas músicas dentro do gênero. Após o duvidoso - e, até então, perigoso - álbum "Humbug", eis que o vocalista/guitarrista Alex Turner e sua trupe voltam com tudo!

A volta triunfal em questão está representada no recém-lançado "Suck It And See" (2011), mais uma vez produzido por James Ford, o responsável - e culpado - pelo "Humbug". Mas, antes que os fãs da antiga sonoridade "vibrante" dos 'macacos' reclamem, vamos cair na real: assim como aconteceu com outras bandas "alternativas" britânicas (Oasis, Supergrass e Stereophonics, por exemplo), os 'Monkeys' também enjoaram em definitivo (talvez?) daquela sonoridade roqueira dos primeiros discos.

Tendo este novo Arctic Monkeyes em mente, somos brindados de cara com uma pérola: a linda, inocente e retrô "She's Thunderstorms", candidata a qualquer "top" de melhores músicas do ano. O clima "light" ainda permeia em outras singelas baladas, como "Black Treacle" e "Piledriver Waltz", além dos rocks "fofinhos" "Suck It And See" e "That's Where You're Wrong". Já o tom "sombrio" do álbum anterior retorna na razoável "All My Own Stunts".

Ao longo do disco, pode-se notar como Alex Turner nunca deixa a essência divertida da sua banda morrer, mesmo quando interpreta canções mais... "adultas", digamos assim. E, se você acha que o grupo corre qualquer risco de cair na pieguice, pense outra vez ao escutar as ótimas "Reckless Serenade" e "Love Is A Laserquest" (que títulos maravilhosos, não acha?).

Se você procura singles grudentos, prepare-se para receber... "The Hellcat Spangled Shalalala"! E, contrastando com o resto do álbum, vale a pena conferir com atenção os 'hards' monolíticos "Brick By Brick" e "Don't Sit Down 'cause I've Moved Your Chair". Ainda no setor mais roqueiro do álbum, temos "Library Pictures", que retoma - com louvor - a quase extinta vertente pós-punk do grupo.

Na minha resenha sobre o "Humbug", finalizei com uma pergunta pessimista: "e agora, Sr. Alex Turner?". O destemido líder do Arctic Monkeyes respondeu essa pergunta com firmeza em relação à atual fase "light" da banda, retomando ainda algumas das divertidas características que levaram boa parte do mundo a simpatizar com 'macacos' em primeiro lugar. Se você duvida, "suck it and see"!

Nota: 9

Músicas:
1. She's Thunderstorms
2. Black Treacle
3. Brick By Brick
4. The Hellcat Spangled Shalalala
5. Don't Sit Down 'cause I've Moved Your Chair
6. Library Pictures
7. All My Own Stunts
8. Reckless Serenade
9. Piledriver Waltz
10. Love Is A Laserquest
11. Suck It And See
12. That's Where You're Wrong

4 comentários:

Fernanda Habib disse...

Ótima e apurada resenha, onde transparece todo o agudo conhecimento musical do autor do blog... quanto ao Artic Monkeys, prefiro me abster de fazer quaisquer comentários, dado o meu desinteresse pela banda haha...
bjos

Anônimo disse...

lol
Você gostou de "Suck It And See", eu não. Você não gostou de "Humbug", eu sim.

Nayara disse...

Pra mim essa sonoridade "sonsa" não tem nada haver com eles , e sou mil vezes mais o Humbug.

Janaina Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.